TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PESADELOS


                           
                                         (Reprodução / A noiva cadáver)

Tudo o que você precisa saber sobre pesadelos


Outubro 5, 2015
Se você pensa que pesadelos são sinônimo de coisas ruins: calma. Apesar de assustadores,esse tipo de sonho são fenômenos naturais do corpo humano. Na verdade, eles nada mais são que uma mistura de memórias e outras informações armazenadas em nossa mente. 
Os pesadelos atingem cerca de 70% dos adultos e podem ser considerados como uma representação visual dos seus sentimentos e emoções. Ou seja, se você já está se sentindo estressado, as chances de ter um pesadelo podem aumentar. Dados científicos já comprovaram que pessoas que sofrem de depressão e ansiedade têm mais chances de terem sonhos perturbadores.
Agora, se você fica transtornado logo após de acordar, saiba que isso também é normal!  Como os sonhos ruins não acontecem apenas no cérebro, eles influenciam outras partes do corpo, como o coração e a respiração, deixando o dorminhoco sem fôlego.
Se na vida o que é bom passa rápido, no subconsciente a regra é a mesma. Os pesadelos parecem mais longos do que os sonhos inofensivos (ou prazerosos) porque geralmente acontecem durante o período em que o sono é menos profundo. Ou seja,faz com que as imagens permaneçam vivas na sua cabeça mesmo depois de acordar.
Se você se assustou com a possibilidade de o pesadelo ser uma premonição, fique tranquilo: na grande maioria dos casos, eles só mostram um grande medo que você guarda no inconsciente. 
Já existem vários livros de autoajuda e palestras online sobre como evitar pesadelos, mas as técnicas que de fato funcionam melhor são tentar deixar a mente limpa de pensamentos negativos e descansar bem. 
Mas, se você acredita que tem pesadelos demais e que eles estão prejudicando seu bem estar, o melhor é marcar uma consulta com um especialista do sono para avaliar com mais precisão este problema.


Fonte:
https://br.vida-estilo.yahoo.com/post/130563643560/tudo-o-que-você-precisa-saber-sobre-pesadelos

634px-Der_Albtraum_(Anonym_19_Jh)

Por que temos pesadelos?

Eles são um sinal de que algo não vai bem no departamento psicológico, indicando conflitos interiores, questões mal resolvidas ou excesso de ansiedade. "Existem casos que são fruto de um trauma. Se, por exemplo, uma pessoa foi assaltada e não quer mais sair de casa, ela terá pesadelos que a farão reviver a situação - como se o cérebro enviasse a mensagem de que ela tem que passar por aquilo de novo, até superar seu medo. Outro caso comum é o de pessoas muito ansiosas, que, geralmente, sonham com situações difíceis, mas possíveis, no dia-a-dia (nada de monstros ou criaturas fantasiosas!), como perder a hora ou sofrer uma perseguição", afirma a psicóloga Vânia Sartori, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Os casos mais graves são os de indivíduos que sofrem de medos patológicos - como a chamada síndrome do pânico e fobias em geral - e, por causa disso, têm pesadelos quase todas as noites.
No outro extremo está a ansiedade mais simples, como costuma ocorrer, por exemplo, na véspera de um vestibular. Outra fonte comum de pesadelos são traumas do passado - em geral da infância - que permanecem gravados no subconsciente.
Fonte:http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-temos-pesadelos
"O pesadelo" de John Henry Fuseli (Foto: wikimedia commons)
Costuma ter pesadelos? Eles podem ajudar a sua saúde mental
Sim, eles são aterrorizantes - mas não são completamente ruins
Você acordou suando frio após sonhar, de novo, que era perseguido por um monstro estranho, que estava sem roupa na escola ou que algum ente querido havia passado dessa para melhor. Pesadelos são horríveis, claro, mas a ciência mostra que há um lado bom para eles.
Primeiro, saiba que você não está sozinho. Uma pesquisa feita em 1990 mostrou que 47% dos participantes tinha pelo menos um pesadelo a cada 15 dias.  
Pesquisadores ainda não sabem afirmar ao certo qual é o motivo pelo qual sonhamos, mas uma teoria afirma que os pesadelos são uma forma de liberação emocional, permitindo que o nosso cérebro processe as ansiedades do dia. Afinal, estudos mostram que são as coisas que nos preocupam durante o dia que continuam a nos atormentar durante o sono, mesmo que de uma forma menos clara (e bem mais nosense). Uma pesquisa mostrou que pessoas que tiveram um acidente de carro têm 4x mais pesadelos do que outras. O cérebro pega nossas preocupações e as transforma em uma história: o seu pesadelo. 
Mas nessa transição acontece algo diferente: nossos medos, antes causa de ansiedade, acabam sendo transformados em memórias. E, em sua maioria, lembranças são mais fáceis de serem processadas pelo nosso lado emocional do que expectativas. Sim, lembrar de um pesadelo ruim pode te deixar mal - mas o cérebro lembra dele como se fosse algo do passado e não algo que ainda pode acontecer. Faz sentido? 
De qualquer forma, não deixe que pesadelos o impeçam de dormir - ficar com insônia e extremamente cansado depois pode lhe render mais problemas. 
 Fonte:http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Neurociencia/noticia/2015/07/costuma-ter-pesadelos-eles-podem-ajudar-sua-saude-menta.html
 



Postagens mais visitadas deste blog

TEONANÁCATL - COGUMELO SAGRADO,A CARNE DOS DEUSES

TIPOS DE TRANSE : COMPREENDENDO OS ESTADOS ALTERADOS DE CONSCIÊNCIA

AYAHUASCA,O CHÁ DO SANTO DAIME : CHÁ SAGRADO OU DROGA ALUCINÓGENA ?