Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

O CÉREBRO HOLOGRÁFICO HERÉTICO

Imagem
O estado do conhecimento sobre o cérebro é provocante e promissor, mas para explicar a intuição precisamos ir além do demonstrável e do provado até o especulativo. Vamos começar com um dos conjuntos mais estimulantes de conjecturas que a neurociência (e, por implicação, a física e a metafísica também) encontrou ultimamente: a teoria holográfica de Karl Pribram.
Durante muitos anos, os cientistas procuraram o lugar onde as informações são armazenadas no cérebro. A suposição era que cada pedacinho de informação deixaria um rastro na memória, uma trilha localizada e discernível à qual deram o nome de engrama. Acontece, porém, que talvez não existam engramas e a memória seja um evento difuso e não localizado. O pesquisador pioneiro Karl Lashley notou isso quando treinou ratos para percorrer um labirinto e depois destruiu sistematicamente partes de seus cérebros. O desempenho dos ratos foi afetado adversamente, claro, mas as mudanças se relacionavam com a quantidade de tecido removido, não …