Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

CORRER FAZ O CÉREBRO CRIAR NOVOS NEURÔNIOS;LEVANTAR PESO,NÃO

Imagem
Mulher faz exercício: correr pode aumentar o número de células cerebrais (lzf/Thinkstock)Correr faz cérebro criar novos neurônios; levantar peso, nãoPesquisa de universidade finlandesa afirma que correr auxilia na neurogênesePor Felipe Germano access_time24 fev 2016



Se você está a fim de exercitar o cérebro, mas não quer enfiar a cara nos livros, aí vai uma sugestão: corra. E, olha, óbvio que se for para uma biblioteca isso pode ser ótimo para a educação, mas, no caso, o seu destino nem é tão importante assim. O principal aqui é que você use a corrida como exercício. Pesquisadores da Universidade de Jyväskylä, na Finlândia, estão afirmando que correr pode aumentar o número de células cerebrais – pelo menos em ratos. Os cientistas colocaram os roedores para malhar em três equipes diferentes: a primeira corria, outra levantava peso, e a última fazia um treinamento de alta intensidade – um crossfit para ratinhos. A conclusão foi que, enquanto o primeiro grupo demonstrou uma multiplicação nas …

O FANTASMA NA MÁQUINA : A NEUROCIÊNCIA DA CONSCIÊNCIA

Imagem
O Fantasma na máquina: A Neurociência da Consciência Artigo traduzido deKnowing Neurons Algumas questões não podem ser abordadas pela ciência. Como os universos paralelos, a consciência dos outros não é algo que possa ser diretamente observado, medido ou experimentado. René Descartes disse a famosa frase: “Penso, logo existo”. René DescartesUma declaração que diz que somente o conhecimento da própria consciência é absoluto. Você assume que amigos e vizinhos possuem experiências subjetivas e internas semelhantes às suas. No entanto, você nunca saberá que esses indivíduos não são mentes irracionais autônomas , comportando-se de maneira semelhante a você, mas sem uma experiência consciente. Embora seja impossível romper esta barreira epistemológica, a grande maioria de nós atua na suposição de que existem outras mentes e indivíduos com comportamento semelhante à nossa própria experiência do mundo como fazemos. Aceitando este axioma, perguntas profundas podem ser levantadas: Quais arquitetura…